PORTUGAL PERTO DAS FINAIS, NUM DIA COM PROVAS ESPETACULARES

Terceiro e último dia do Campeonato Mundial em Pista, com as provas de estafetas, as mais espetaculares desta emocionante modalidade e a estreia da prova de eliminação, para apurar os doze Juniores que estarão nos Jogos Olímpicos da Juventude.

Portugal esteve muito perto de conseguir o acesso à final, nos Seniores Masculinos onde, devido ao elevado número de equipas, 19, foram realizadas quatro séries de apuramento, sendo apurados para a final as seis melhores seleções, a primeira de cada série mais os dois melhores tempos.  

Portugal (Miguel Bravo, David Pedro e Diogo Marreiros) esteve na 3ª série com a Coreia e a França, que impuseram um ritmo fortíssimo desde o início, o que deixou logo a seleção lusa para trás devido a uma má partida, ou escolha do patinador para fazer esta primeira volta, numa prova com apuramento por tempos. Tentaram e lutaram muito os patinadores lusos, mas não lograram aproximar-se dos dois primeiros. Venceu. esta série a equipa que se iria consagrar como Campeã Mundial, a França, sendo a Coreia desclassificada e ascendendo Portugal ao segundo lugar na série e um sétimo lugar na classificação geral (numa forma de  classificação estranha, não contando os tempos mas sim as posições, efetivamente Portugal foi o melhor tempo, 03:59,375, entre os segundo classificados das séries, descontando o que tinha ido para a Final): https://www.schaatsen.nl/media/36406/089_3kmrelay_sm_global_result.pdf

PORTUGAL PERTO DAS FINAIS – PROVAS ESPETACULARES Portugal

Nos Juniores femininos, Portugal lutou com o Ecuador pela segunda posição, na série, que daria o apuramento, mas ficou em terceiro e após a prova foi desclassificado, devido a violação da zona de transmissão, ficando na 14ª e última posição geral:  https://www.schaatsen.nl/media/36403/086_3kmrelay_jl_global_result.pdf

PORTUGAL PERTO DAS FINAIS – PROVAS ESPETACULARES Captura de ecr   2018 07 03   s 09

 Nos masculinos apenas o 5º lugar na série, longe do apuramento, com alguns erros técnicos, apenas permitiu a 12ª posição entre 15 países com 04:08,318: https://www.schaatsen.nl/media/36404/087_3kmrelay_jm_global_result.pdf

 Realizaram-se as provas de eliminação, num novo sistema, sugerido pelo Comité Olímpico Internacional, apenas com 12 patinadores, que efetuam 5km, em sistema de eliminação, nas voltas pares, ficando apenas 3 para disputarem o sprint final e as medalhas. Não parece ser uma prova, nem muito interessante, nem muito emocionante e é muito demorada, pois envolve muitas séries de apuramento. Os juniores portugueses não tiveram participações de  destaque nas mulheres Carolina Ferreira caiu e 49ª entre 55 participantes e Ana Montenegro foi para a final C, sendo a 33ª: https://www.schaatsen.nl/media/36402/084_result_junior_ladies_e4_5_000_m_elimination_result.pdf

Nos homens, Marco Lira fez um bom apuramento, com a 5ª posição, acesso à final B e resultado final – 20º, Duarte Souza, por sua vez, foi 12º na série e não teve acesso, nem à final C, obtendo o 43º lugar, entre 58 patinadores: https://www.schaatsen.nl/media/36401/085-result_junior_men_e4_5_000_m_elimination_result.pdf

Ficou assim concluída a Pista aguardando-se, com grande/enorme ansiedade, a lista dos 12 patinadores apurados, em juniores femininos e masculinos, para os Jogos Olímpicos da Juventude, feito histórico para a Patinagem de Velocidade, pois será a primeira vez que se apresentará como modalidade Olímpica, mesmo que apenas nos JO da Juventude. Tal facto já se notou no número de países e de patinadores, muitos países novos e mais de 50 estiveram em Heerde e entre 55 a 60 patinadores por prova, algo nunca visto em escalões de juniores. Os apuramentos eram feitos com a soma dos resultados obtidos em 3 das provas disputadas, sendo pois necessário os patinadores, de cada país, participarem em todas as provas, e em cada uma delas procurarem a melhor posição. 

Notou-se um aumento do nível competitivo, patinadores muito bem preparados e motivados, Portugal apostou em dois homens, Duarte Souza e Marco Lira, para efetuarem todas as provas pontuadas, mas apenas numa mulher Carolina Ferreira, quando o deveria ter feito com duas patinadoras. Estes três patinadores portugueses sabem já que não terão qualquer possibilidade de estar em Buenos Aires, pois as suas prestações ficaram muito longe dos primeiros lugares.

Carolina Ferreira foi 17ª nos 500m, 16º nos 1000m (com uma queda na meia final) e 49ª (também com queda) nos 5Km eliminar. Duarte Souza25º nos 500m, 46º nos 1000m e 43º nos 5KmE. Por sua vez Marco Lira fez 28º, 34º e 20º. Estes atletas, de forma estranha, não beneficiaram de nenhum plano a médio prazo, de preparação para estes mundiais e para a tentativa de apuramento para os Jogos Olímpicos, numa desarticulação entre o COP e a FPP, que já vem sendo recorrente, o mesmo se verifica em relação ao Skateboarding que será olímpico em Tóquio, de tal forma que já deveria, esta federação ter aprendido com os erros anteriores…

Balanço das Medalhas em Pista com forte domínio Colombiano, pelo 9º ano consecutivo!!!

PORTUGAL PERTO DAS FINAIS – PROVAS ESPETACULARES Medalheiro Pista

Amanhã será dia de descanso, transição e adaptação ao circuito de estrada em Arnhem , onde se disputarão as provas nos dias de 5 a 7 de Julho, para no domingo, 8 de julho, ser a vez da Maratona.

Mais informações no site do Mundial: https://www.schaatsen.nl/kalender/2018/7/wk-inline-skaten-en/#!#programresults

Livestreaming das finais, na 5ª feira, a partir das 16h15 portuguesas em:

http://www.world-skate.tv/live/?liveId=A217BCEBB2594BDF8FE2E65131DBF6630292

Paulo Batista

Roller Lagos C.P.