Torneio Internacional  3 Pistes – França – 20-22 de Abril

DIOGO MARREIROS 

na Classificação Geral do Torneio

2º na Pista e decisão polémica dos juizes/secretaria empurram o português para 3º

Marreiros 2º na Pista … mas 3º na Secretaria –  3 Pistes – França Diogo Pibrac

Aquele que deve ser o torneio mais famoso a nível mundial, pela sua história, TROIS PISTES, na sua 33º edição, realizou-se, como habitual, no fim de semana da Páscoa. Não foi, por opção da organização, uma etapa da Taça da Europa e reuniu muito menos patinadores do que é habitual (em edições anteriores chegou a superar o milhar de participantes), em 2019 contou com 539 patinadores.

 Diogo Marreiros, Roller Lagos C.P. – Bont Team, esteve em destaque, ao alcançar o segundo lugar da classificação geral, mas viu essa posição ser-lhe retirada, por uma alegada falta sobre um patinador francês que passou todo o fim de semana a empurrar, agarrar e puxar os seus adversários, especialmente o Diogo, sem que lhe tivesse sido averbada qualquer advertência. Juizes tendenciosos, indecisos e lentos na sua atuação. 

Marreiros foi o único patinador português presente neste torneio, o que terá a ver com o mesmo não ter sido uma Taça da Europa e esta época ter uma sobrecarga de competições, só a Taça da Europa tem 10 etapas.

O escalão mais competitivo e espectacular foi, sem sombra para dúvidas, os seniores masculinos, onde se aguardava com grande expectativa o segundo embate da temporada entre o belga, campeão mundial, Bart Swings e o vice campeão mundial Diogo Marreiros. Este “duelo” teve o seu primeiro “round” na semana anterior em Geisingen, com uma vitória para cada lado. O belga venceu a prova de 10Km Pontos e o português foi o primeiro nos 15Km  a Eliminar.

Marreiros 2º na Pista … mas 3º na Secretaria –  3 Pistes – França Captura de ecr   2019 04 20   s 20

Ao contrário da Taça da Europa na Alemanha, no fim de semana anterior, a equipa profissional BONT, de Diogo Marreiros, não se apresentou completa, deixando em “casa” o campeão europeu o italiano Daniel Niero. Já a equipa de Bart Swings, Powerslide Matter racing, apresentou-se na sua máxima força, com o campeão mundial de maratonas Felix Rijhnen, além dos franceses Loubineaud e Thiebault.

A composição das equipas fez-se notar, logo na primeira prova, sábado dia 20 de abril em Pibrac, com o controlo total da cabeça da corrida por parte da Powerslide e os bloqueios que eram feitos quando os patinadores deixavam a frente da prova, após terem terminado o seu trabalho, com alguns toques nos adversários mais  consagrados e nas provas seguintes com empurrões, puxões e pancadas distribuídas pelo francês Timothy Loubineaud, sob a complacência e inatividade dos juizes, a vítima principal Diogo Marreiros, reagia, protestava, mas os juizes não alteravam as suas actuações. 

Marreiros 2º na Pista … mas 3º na Secretaria –  3 Pistes – França Captura de ecr   2019 04 20   s 20

Bart Swings,em grande forma, com a proteção da equipa, por vezes legalmente outra fora da legalidade, venceu todas as provas disputadas.

Marreiros 2º na Pista … mas 3º na Secretaria –  3 Pistes – França Captura de ecr   2019 04 20   s 16

Diogo Marreiros foi 4º na primeira, 5Km e 9º na segunda, onde “apanhou muita pancada”, ambas em Pibrac, onde chegou a  atacar a 7 voltas do fim, apenas para evitar os puxões, bloqueios e empurrões, já em desespero.

No segundo dia as provas não se realizaram em Pista devido à chuva, mas sim no circuito de  estrada. Bart voltou a vencer ambas as provas, o francês Nolan Bediaf, ex-campeão mundial de maratona, foi segundo nas duas e Marreiros 3º em ambas, numa delas a 3 milésimos de segundo do 2º lugar.

Marreiros 2º na Pista … mas 3º na Secretaria –  3 Pistes – França Chegada Elimina    o Valence

Para o terceiro dia estavam previstas as provas de 1km, onde o francês da Bont, Gwendal Lepivert, exibiu o seu fato com as cores de Campeão Mundial em 2018. Mas, mais uma vez, Bart Swings mostrou o seu excelente estado de forma derrotando os dois homens da BONT que fizeram 2º e 3º, respetivamente Gwendal e Diogo.

Na última prova do Torneio, Marreiros partia com um ponto de atraso em relação a Bediaf, quem ficasse à frente, entre os dois conseguiria o 2º lugar, pois a vitória do torneio já estava, há muito, assegurada pelo belga Swings. 

Marreiros fez uma prova sublime, derrotando, por duas vezes, em sprints com prémio monetário, o intocável belga Swings e lançou-se para o sprint final cheio de confiança, mas, mais uma vez o francês da Powerslide fez das suas. Primeiro empurrou e forçou a entrada à frente de Marreiros, colocando-se atrás do seu chefe de fila Swings, depois, quando Swings atacou parou e bloqueou a passagem do português, mas não ficou por aí, empurrou Bediaf, voltou a puxar Diogo e por fim ainda embateu no seu próprio chefe de fila. No toque dado ao Diogo tirou-lhe o balanço para o sprint, originando que o luso apenas conseguisse o 2º lugar, à frente de Nolan, mas mesmo assim, conquistando o 2º lugar na geral, mesmo ficando atrás de Swings, que assim venceu todas as provas (algo de inédito em torneios deste nível)…. 

Marreiros 2º na Pista … mas 3º na Secretaria –  3 Pistes – França Chegada 10Km GM

O Português insurgiu-se contra Timothy, que não aceitou as queixas de Marreiros e ainda protestou … originado acessa troca de palavras…

Os juizes, após a sua hibernação durante todo o torneio, acordaram e agiram… decisão: alteração à ordem de chegada, colocando Diogo Marreiros no 7º posto em vez do segundo em que tinha chegado … absurdo, rídiculo, incompreensível…. pensou-se que teria sido pela discussão entre os dois patinadores … o comunicado sai com a penalização ao português e em relação ao francês nada… nem uma advertência, mas o retrocesso da classificação do português enviou-o para o 7º lugar, um lugar atrás do francês !????

Vários foram os protestos, até do próprio Nolan Bediaf, que foi o beneficiado com esta decisão, passando de 3º para 2º na geral, em prova com prémio monetário, junto do juiz que afirmou, para rematar a incompetência e desajustamento das atuações, que o Diogo não teve alteração à ordem de chegada pela discussão, mas sim porque tinha empurrado o francês Loubineaud… a “cereja no topo do bolo” de tanta incompetência! 

Classificações finais em: http://www.3pistes.com/wp-content/uploads/2019/04/16-SENIORS-HOMMES-TROPHEE.pdf

Vídeos das provas em: 

Dia 1 – Pibrac – https://www.youtube.com/watch?v=GOx2FhcmXgU

Dia 2 – Valence D’Agen – https://www.youtube.com/watch?v=47V7h29sKZ4

Dia 3 – Gujan Mestras – 1Kmhttps://www.youtube.com/watch?v=Xg8dYfC0-NQ

10Km – Sessão da Tarde – https://www.youtube.com/watch?v=EliowV_ue6w

Próxima competição, já no próximo fim de semana, de 27 a 29 de Abril em Gross Gerau – Alemanha, a 4ª etapa da Taça da Europa, mas uma vez com a presença do campo luso Diogo Marreiros.

Marreiros 2º na Pista … mas 3º na Secretaria –  3 Pistes – França Diogo Marreiros POR

Paulo Batista

Roller Lagos C.P.